Seu filho vai à creche ou escola e adoece com frequência?

Seu filho vai à creche ou escola e adoece com frequência?

Este assunto angustia demais os pais, pois acontece com muita frequência. Isso acaba por interferir em seu equilíbrio emocional e rotina de trabalho.

Ouvimos sempre falar  que as crianças adoecem quando vão para a creche, pois tem contato com aqueles que estão doentes e por isso adoecem também. Isto é verdade? Sim! Mas, para a criança adoecer, há necessidade de uma queda de sua defesa imunológica. Isso acontece principalmente por quê?

A vida hoje em dia é muito difícil para todos nós. A família é muito pressionada por tudo: estresse, trabalho árduo, injustiças sociais, falta de condições materiais, desemprego, sensação de impunidade em todos os níveis, política injusta que protege os ricos e discrimina os pobres. Tudo isso levando a uma sociedade que se sente pressionada por todos os lados, uma convulsão social que nos adoece.

Hoje, os pais ficam muito sobrecarregados por tudo isso e muito mais, lutando com todas as suas forças para proporcionar para si próprios e a seus filhos uma vida melhor, mais confortável, mais saudável. Hoje eles precisam trabalhar muito para que isso aconteça. A mãe precisa trabalhar fora para que a família se mantenha. Esta situação, tão comum hoje, leva a dificuldades familiares que precisam ser consideradas.

O lado emocional da doença

Todos sabemos que a criança até 3, 4 anos de idade, em especial, necessita demais da presença da mãe e do amor que só ela é capaz de proporcionar. Por mais que o pai seja próximo, o amor da mãe é incondicional e imprescindível para a saúde emocional e física da criança e fundamental para a evolução do adulto saudável.

É frequente muitos pais e até profissionais, “esquecerem” que as crianças sentem como nós e, como muitas vezes não sabem expressar suas emoções, adoecem por isso. A Psicossomática diz que quando a pessoa não está expressando o que sente através da palavra ou através de atos, ela acaba somatizando em si uma doença física ou emocional.

Dificuldades de relacionamento, agressividade ou passividade exagerada, problemas de comportamento e muitas vezes insônia. Aliás, muitos pais não entendem porque a criança fica insone ou acorda várias vezes à noite.

Ora, se os pais ficam fora de casa quase o dia todo, que horas a criança vai ficar e brincar com os pais? De noite! E como eles muitas vezes já estão cansados, estressados, não conseguem receber a atenção que precisam, eles “fazem bobagens” para chamar atenção e muitas vezes adoecem por isso. A Homeopatia pode ajudar muito nestes processos tão comuns dos pequenos.

Crianças com imunidade baixa

Hoje em dia, nossos filhos vão para a creche ou escolas a partir dos 6 meses e frequentemente adoecem. Aparecem os processos alérgicos, rinites, asma, bronquites catarrais, eczema atópico, sinusites, amigdalites, otites, pneumonias, processos catarrais e outros. 

Porque isto acontece com frequência? 
Quando a criança se afasta da mãe, ela sofre um processo psicológico, chamado angústia de separação. Este processo leva a uma queda de imunidade, e aí, sim, em contato com quem está doente, ela adoece também.

A angústia na maioria das vezes, decorre do fato dela se sentir sozinha, como se a mãe a tivesse abandonado. Mesmo que, na maioria das vezes, a mãe também está muito angustiada por ter que deixar a criança na creche, e este fato, agrava mais ainda a situação.

Tratamento homeopático para crianças com alergia

A Homeopatia é ímpar em tratar todos estes processos infecciosos e alérgicos, pois, como busca o equilíbrio físico e emocional da criança, Ela age não só na angústia, bem como nas doenças decorrentes da queda imunológica e quadros alérgicos que elas sofrem, com ótimos resultados clínicos.

Ela tem medicamentos que são imunomoduladores ou imunoterápicos, ou seja, medicamentos que melhoram a defesa e processos alérgicos, tornando uma criança imunodeficiente em imunocompetente, e ainda com uma grande vantagem: a Homeopatia não causa efeitos colaterais.

O tratamento convencional, a Alopatia, atua basicamente nas doenças e seus sintomas, e não trata da angústia, da sensação de abandono que o paciente enfrenta, nem efetivamente da queda de defesa, pois não privilegiam muitas vezes a causa dos processos. Assim, consequentemente o paciente voltar a adoecer com frequência.

A Homeopatia melhora muito a imunidade, o emocional, a pessoa e atua, consequentemente por isso tudo, na prevenção das doenças. Hoje, muitos pais procuram o tratamento homeopático antes da criança ir para a creche, como prevenção, para evitar estas patologias tão comuns neste período de suas vidas.

Trate-se com a Homeopatia e tenha uma vida mais equilibrada, mais saudável, mais produtiva, mais feliz. Cuide de seu filho com amor, carinho, compreensão e em especial dando limites a seus comportamentos inadequados ou exagerados, pois a vida exigirá dele tudo isso.

Me despeço deixando aqui um depoimento que uma “mãe homeopática” (Simone Cartaxo, Pedagoga) me enviou:

“Dr. O senhor não pode imaginar a alegria que sinto em ver meu filho se recuperando tão rápido dessas viroses que na maioria das crianças duram mais tempo. Eu percebo de forma bem clara o quanto o organismo dele está forte e o que antes para mim era o vilão (depois que o senhor me explicou e fui pesquisar mais a fundo), eu passei a usar a febre ao meu favor. E com a ajuda da homeopatia, que tenho confiado cada dia mais, posso ver a diferença no tratamento de hoje do meu filho e o quanto ele está mais forte e resistente. Eu estou muito satisfeita com seu tratamento e com a atenção que o senhor tem com seus pacientes. O senhor é mesmo um Médico com M maiúsculo, muito obrigada! No que depender de mim, serei sempre uma mãe homeopática de carteirinha. Um abraço!”