O tratamento homeopático em mulheres

O tratamento homeopático em mulheres

A mulher, com a sua notória sensibilidade, é uma das mais beneficiadas com o tratamento homeopático, desde bebê até a maturidade. Hoje, em sua grande maioria, elas sofrem sobrecargas em todos os níveis (no trabalho e em família, em especial). Essa sobrecarga acaba levando-a a desequilíbrios (doenças) de todos os tipos.

Essa realidade é em especial considerada pelo médico homeopata, pois sabemos que a maioria das doenças acontece da dificuldade do ser humano não conseguir lidar adequadamente com suas emoções mais profundas.

O desequilíbrio acaba por desenvolver patologias físicas e emocionais causadas ou desencadeadas pelo stress, pelos transtornos da vida atual, tornando a pessoa ansiosa, angústiada, com depressão, insônia, e até outras doenças somáticas como a gastrite, dores de cabeça, enxaquecas, hipertensão, transtornos do pânico, e reumatismos como artrites e artroses, lesões por esforço repetitivo (L.E.R.), e outras doenças que podem ser tratadas homeopaticamente com ótimos resultados clínicos.

As questões emocionais também podem causar quedas de imunidade (defesa), deixando as mulheres sujeitas a apresentar processos infecciosos de repetição como amigdalites, otites, sinusites, infecções urinárias,  bem como também desencadear alergias  em geral como  rinites alérgicas, asma, bronquites, eczemas, e outros.

Os resultados clínicos que o tratamento homeopático obtém nestes casos são tão extraodinários que atualmente muitos médicos alopatas  nos encaminham pacientes com as patologias citadas, especialmente quando são crônicas – já que a Homeopatia atua basicamente  equilibrando o sistema imunológico destes pacientes. Tratar da imunidade, tornando o paciente imunocompetente, é uma das maiores virtudes de nossa especialidade.

Mas o passar dos anos também ocasiona uma série de questões físicas e emocionais na mulher. A menopausa pode ser uma das fases mais árduas para ela. Para algumas, pode ser até um alívio, pois não sentirão mais as cólicas, o sangramento, a TPM, e poderão manter sua vida sexual sem a ameaça da gravidez, por exemplo.

Por outro lado há aquelas pacientes que sofrem muito neste período,   pois estão sujeitas a alterações hormonais e passam a sentir ondas de calor, palpitações, angústia, frequente desânimo e depressão, muita diminuição do libido, secura vaginal e dores reumáticas, em especial a artrite reumatóide: com dores generalizadas, nos dedos das mãos, pés, joelhos, ombros, cotovelos  e outros. Pode apresentar também,  artroses várias, dores de coluna lombar, sacro-lombar, e outras, que muitas vezes aparecem neste período de sua vida.

O tratamento homeopático apresenta resultados extraordinários neste período difícil da vida da mulher, com medicamentos que não causam efeitos colaterais e  evitam assim o uso indiscriminado de hormônios.

 “A emoção é dona da vida!”

Use Homeopatia e tenha uma vida mais saudável!

Um abraço a todos,

Maldonado.